Polícia Civil prende dois homens suspeitos de dificultar a apuração de um crime de homicídio em Teófilo Otoni

Notícias da região

Polícia Civil prende dois homens suspeitos de dificultar a apuração de um crime de homicídio em Teófilo Otoni

11:04 | 21 de maio

 

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira(20) a 4ª fase da operação Negócio Mortal, em São João Evangelista (MG), que investiga o homicídio de um homem de 39 anos.

De acordo com a o órgão, 33 policiais civis participaram da ação, na qual foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão.

"Durante a operação, foram presos dois homens, um de 28 e outro de 49 anos, suspeitos de participação nos crimes de ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menores, visando prejudicar apuração do crime de homicídio", revelou o delegado Luiz Jardim.

O autor do homicídio e o corpo da vítima ainda não foram localizados. As investigações continuam.

Fases anteriores

Segundo as investigações, a vítima saiu da cidade de Teófilo Otoni no dia 26 de janeiro e se hospedou em um hotel de São João Evangelista, onde desapareceu.

Na cidade, ele teria ido a uma empresa, localizada em um posto de combustível, para cobrar a entrega do certificado de registro de veículo (CRV) do veículo que adquiriu, mas durante uma briga, o suspeito teria atirado na vítima.

A 1ª fase foi realizada em 4 de fevereiro, quando foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e trabalhos técnicos de perícia. À época, foi deferido o mandado de prisão do suspeito, que não foi localizado.

No dia 1º de março foi realizada a 2ª fase, dando continuidade às investigações, buscando localizar o corpo da vítima.

Já no 29 de abril, a 3ª fase buscou reconstituir o crime, bem como localizar o corpo da vítima, que permanecia desaparecido.

 

(Fonte: G1 Vales de MG/Foto:divulgação Polícia Civi)

 

 

 

 

 

Publicidade