Servidores do  Centro Socioeducativo São Cosme em Teófilo Otoni aderem a greve da categoria

Notícias da região

Servidores do  Centro Socioeducativo São Cosme em Teófilo Otoni aderem a greve da categoria

12:01 | 26 de fevereiro

 

Servidores do  Centro Socioeducativo São Cosme (Csesco), de Teófilo Otoni,  aderiram a greve  da categoria iniciada nesta segunda-feira (26). Eles cobram aumento salarial e uma ajuda de custo do governo.

A paralisação abrange servidores dos sistemas prisional e socioeducativo que trabalham na recuperação de presos, como psicólogos, médicos, enfermeiros, assistentes sociais, pedagogos, advogados e técnicos da área administrativa.Agentes penitenciários não participam.

Uma lista divulgada nas redes sociais indica que 101 presídios participam  da mobilização. Segundo os servidores, serão mantidos apenas os 30% exigidos por lei na área de saúde.

O governo de Minas Gerais se reúne, nesta manhã de segunda-feira, com representantes dos servidores buscando um acordo entre as partes para por fim ao movimento .

 

 

 

 

Publicidade