Secretaria de Estado de Saúde libera R$ 2,3 milhões para o Hospital Santa Rosália

Notícias da região

Secretaria de Estado de Saúde libera R$ 2,3 milhões para o Hospital Santa Rosália

16:44 | 25 de abril

 

O Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni, recebeu nessa quinta-feira (25) R$ 2,3 milhões para pagamento de salários atrasados dos médicos da unidade.

Os recursos foram liberados de forma emergencial pela Secretaria de Estado de Saúde para evitar a paralisação dos serviços da instituição que atende moradores de 63 municípios do Nordeste de Minas.

A liberação do recurso foi aprovada após a realização de audiência pública nesta quarta-feira (24) na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Durante a reunião, o hospital apresentou a situação financeira da instituição, que acumulava R$ 34,47 milhões a receber. Desse montante, R$ 22,9 milhões são devidos pelo município de Teófilo Otoni, R$ 8,4 milhões devidos pelo Estado e mais R$ 3 milhões de convênios.

O recurso emergencial será utilizado para quitar dois salários pendentes dos médicos em 2019 e ainda uma parcela, dentre quatro, de salários pendentes de 2016 de negociação anterior não cumprida.

Durante a audiência, o diretor do hospital, Ilter Martins, informou ainda que, mesmo que todos repasses sejam regularizados, a situação financeira da unidade de saúde permanece em dificuldades. Se tem a receber mais de R$ 30 milhões, o Santa Rosália deve hoje cerca de R$ 90 milhões.

De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, uma solução definitiva dos problemas financeiras do Santa Rosália, bem como de outros hospitais por todo o país, seria o reajuste dos valores dos serviços na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), que atualmente se encontram defasados.

Atendimento

O hospital Santa Rosália possui 123 anos e atualmente atende um milhão e 200 mil pacientes de 63 municípios dos Vales do Mucuri, Alto e Médio Jequitinhonha e São Mateus, nas divisas com o Espírito Santo e Bahia.

O hospital conta com 191 leitos de internação, sendo 146 do SUS, sendo a única alternativa para a população daquela região em algumas especialidades. Segundo a instituição, em 2018 foram realizadas 5.857 cirurgias, 31.320 exames de imagem e mais de 12 mil pronto-atendimentos.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Teófilo Otoni  informou que dos R$ 22,9 milhões em débito com o hospital, apenas R$ 9,34 milhões são referentes à atual gestão. Além disso, dentro da dívida da gestão atual, um estudo técnico identificou que R$ 4,15 milhões referem-se aos atendimentos à população de Teófilo Otoni, sendo restante do débito atual em relação ao atendimento de moradores de cidades vizinhas.

Ainda de acordo com o comunicado da prefeitura, o governo de Minas já se comprometeu a pagar os R$ 4,15 milhões da dívida da gestão atual do município. Os débitos referentes ao atendimento de moradores de outras cidades e os débitos de gestões anteriores de Teófilo Otoni ainda são alvo de negociação.

 

 

( G1 Vales de MG)

 

 

 

Publicidade