Polícia Civil divulga nota de conclusão do inquérito policial da “Operação Doce Amargo”

Notícias da região

Polícia Civil divulga nota de conclusão do inquérito policial da “Operação Doce Amargo”

22:48 | 13 de fevereiro

 

A Polícia Civil (PC) de Minas Gerais divulgou uma nota de conclusão do inquérito policial da “Operação Doce Amargo” desencadeada na manhã do último dia 07 de fevereiro na Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni e que investiga supostas irregularidades em licitação de guloseimas.Na ocasião  foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão.

Segundo a nota, foram indiciados dois servidores municipais e o proprietário de uma empresa ganhadora do processo de licitação dos doces.

O documento diz ainda que “a investigação concluiu que a Prefeitura Municipal foi vítima de um esquema ardil envolvendo dois servidores que mediante ajuste com um empresário, fraudaram o caráter competitivo de um procedimento licitatório, com o intuito de obter vantagem decorrente da adjudicação do objeto da licitação de guloseimas.”

A PC informou na nota que “o inquérito policial tramitou em segredo de justiça diante da necessidade na colheita dos elementos de prova para o êxito das investigações.”

 

 

 

Publicidade