Parcelamento de salários de servidores de MG não tem data para acabar

Outras notícias

Parcelamento de salários de servidores de MG não tem data para acabar

21:55 | 11 de junho

 

Mesmo com a expectativa de adesão ao regime de recuperação fiscal da União, o governo mineiro não tem ainda um horizonte para o fim dos parcelamentos dos salários dos servidores públicos e nem previsão para a recomposição das perdas inflacionárias para o funcionalismo. 

Foi o que o secretário da Fazenda de Minas, Gustavo Barbosa, respondeu aos deputados estaduais em reunião para prestar contas nesta terça-feira (11) na Assembleia Legislativa. 

O titular da pasta afirmou que o objetivo da adesão ao regime de recuperação fiscal é voltar a pagar os salários em dia mas,  depois de quase seis horas de questionamentos dos parlamentares, continuou sem definir em que momento isso ocorrerá. "Se o plano, debatido na Assembleia, for aprovado, aí sim quando isso acontecer a gente pode dar uma data. Antes disso eu não tenho como dar", afirmou. 

Também questionado pelos parlamentares, ele confirmou que o estado avalia mudar a contribuição previdenciária. 

“Hoje a Fazenda não tem como precisar quando poderemos voltar a pagar no 5º dia útil. A situação é caótica e o que a gente tem feito é tentar antecipar a previsibilidade de pagamento”, afirmou Barbosa. (O Tempo)

 

 

 

Publicidade