Neymar fez enxerto ósseo para acelerar recuperação

Esportes

Neymar fez enxerto ósseo para acelerar recuperação

17:13 | 03 de março

 

Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira, fez um comunicado junto com o médico francês Gerard Saillant após cirurgia realizada em Neymar. Alvo de críticas por parte da imprensa que viu uma “tensão” entre as equipes médicas brasileira e francesa, o médico da seleção fez um breve comunicado oficial a jornalistas no início da tarde deste sábado (3), logo após a cirurgia no pé direito do atacante.

Acompanhado pelo médico Gerard Saillant, o mesmo que operou o joelho de Ronaldo Fenômeno antes da Copa de 2002, Lasmar buscou passar uma mensagem de sintonia entre brasileiros e franceses.

 

 

O francês falou primeiro, em sua língua, e logo depois, Lasmar explicou os detalhes do procedimento cirúrgico feito no craque. Ele destacou que Neymar fez um enxerto ósseo para acelerar a calcificação do quinto metatarso e que as sessões de fisioterapia começarão logo que o craque tiver alta. 

O responsável pelo tratamento é o fisioterapeuta pessoal e do PSG, Rafael Martini. Lasmar acredita que o acompanhamento de Martini é uma prova da integração entre todos os profissionais envolvidos na recuperação do atleta.

A expectativa é que Neymar deixe o Hospital Mater Dei durante amanhã de domingo (4) e siga direto para o litoral do Rio de Janeiro, onde tem uma casa. É em Mangaratiba que ele deve se tratar até o início da Copa do Mundo.

Polêmica em torno do tratamento

O treinador do PSG, Unay Emery, afirmou durante entrevista coletiva, na sexta-feira (2), que viu o raio X do pé direito do jogador e entendeu que havia uma fissura em seu quinto metatarso. A imprensa europeia chegou a questionar o controle do time francês sobre as informações reais a respeito do estado de saúde do jogador.

Um jornal francês chegou a afirmar que Neymar saiu de Paris com uma fissura e chegou com uma fratura ao Brasil. O desencontro de informações atravessou o oceano e, somente na manhã deste sábado, dados oficiais começaram a ser divulgados.

O assessor de comunicação da CBF e a assessora pessoal de Neymar Júnior estiveram na entrada do hospital, onde a imprensa toda se reuniu para aguardar mais informações logo após a cirurgia. Em seguida, os médicos receberam os jornalistas no auditório para fazer o comunicado.(Terra)

Publicidade