Febre amarela já matou 61 pessoas em Minas, revela Secretaria de Saúde

Outras notícias

Febre amarela já matou 61 pessoas em Minas, revela Secretaria de Saúde

19:00 | 06 de fevereiro

 

O número de mortes causadas pela febre amarela subiu de 36 para 61 em Minas Gerais, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Outros 16 óbitos são investigados por meio de exame laboratorial. Desde julho do ano passado, foram confirmados 164 casos da doença e outros 301 casos ainda estão sendo investigados.

Conforme os dados, do total de confirmados, 92,1% (151) são do sexo masculino e 7,9% (13) feminino. As informações são do boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (6). 

PUBLICIDADE

 

De acordo com o levantamento, a cobertura vacinal da febre amarela em Minas está em torno de 83,38%. Em nenhum dos casos confirmados há relato de vacinação para a doença.

Leia mais:
Pelo menos 48 pessoas morreram vítimas de febre amarela em Minas desde dezembro
Prefeitura do Sul de Minas decreta emergência por surto de febre amarela e adia concurso público
Avanço da febre amarela aumenta preocupação com o Aedes aegypti na capital

As cidades com maior número de mortes confirmadas são Mariana, na região Central do Estado, e Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Foram confirmados seis óbitos em cada um desses municípios. 

As regiões onde há uma incidência maior da doença, desde julho do ano passado, são a Grande BH, a Central e a Zona da Mata. Veja o número de casos confirmados da doença conforme as cidades onde residem as vítimas:

Secretaria de Estado de Saúde / N/A

tabela febre amarela

tabela febre amarela

No primeiro período de monitoramento da doença pela pasta, entre julho de 2016 e junho de 2017, foram registrados 475 casos confirmados de febre amarela no Estado, sendo que destes, 162 evoluíram para óbito. 

 

Fonte: Hoje em Dia

 

Publicidade