Estado divulga lista definitiva de classificação da designação 2019; confira a relação

Outras notícias

Estado divulga lista definitiva de classificação da designação 2019; confira a relação

01:00 | 05 de dezembro

 

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) divulgou nesta terça-feira (4) a lista definitiva de classificação dos candidatos inscritos no processo de designação 2019. A relação pode ser consultada aqui. Os candidatos estão ordenados por ordem de classificação, para cada cargo e localidade distintos, a partir das informações prestadas na inscrição e dos critérios de prioridade definidos em resolução.

Além do site, o resultado também estará disponível, a partir da segunda quinzena de dezembro, nas Superintendências Regionais de Ensino e nas escolas estaduais. Segundo a SEE, as listas de classificação serão utilizadas para as designações nas modalidades on-line e presencial ao longo de todo ano letivo de 2019.

"Essa listagem definitiva de classificação é resultado das correções realizadas pelos candidatos, após a publicação da listagem preliminar de inscrições, quando todos os inscritos tiveram o prazo de sete dias, a partir do dia 21 de novembro, para fazer alterações de dados informados na primeira etapa de inscrições, com exceção de CPF, cargo/modalidade e localidade indicados", esclareceu a SEE. Essa foi a primeira vez que a secretaria adotou a publicação de uma listagem preliminar para correção de informações.

Conforme o Estado, houve 437.704 cadastros e 963.301 inscrições, com média de 2,2 inscrições por candidato, já que cada candidato pôde realizar até três inscrições. A próxima etapa será a publicação de cronogramas de designação e prazo para escolha de vagas em janeiro de 2019.

Designação

As datas para a designação não estão definidas e serão divulgadas posteriormente. A designação é uma forma de preencher interinamente os cargos vagos ou em substituição aos servidores efetivos, para garantir o funcionamento regular das escolas estaduais, conforme o artigo 10 da Lei nº 10254/1990. O processo é essencial na preparação da rede pública para o início do ano letivo de 2019.(Hoje em Dia)

Publicidade