Delegado de Águas Formosas e que atuava também em T.Otoni é preso em flagrante

Notícias da região

Delegado de Águas Formosas e que atuava também em T.Otoni é preso em flagrante

01:26 | 23 de junho

 

O delegado de Polícia Civil (PC) de Águas Formosas, que atuava também em Teófilo Otoni, foi preso em flagrante nesta terça-feira(22) dentro da “Operação KATHARÍZO", ação coordenada pela  Delegacia  de Nanuque, Corregedoria Geral da PC, com o apoio da Delegacia de Almenara.

O suspeito é acusado de armazenar  irregularmente combustível e portar ilegalmente armas de fogo e munições. Ele é investigado ainda pelo crime de peculato, por  posse indevida de grande quantidade de combustível destinado as viaturas policiais.

Além do delegado também foi preso o proprietário de um pátio de remoção de veículos, credenciado pelo Detran da comarca.

O  15º departamento de Policia Civil de Teófilo Otoni e a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Nanuque emitiram uma nota detalhando a operação.

Confiram a publicação na íntegra:

 

Nesta terça-feira (22/06) a Polícia Civil de Minas Gerais realizou a “Operação KATHARÍZO” na cidade de Águas Formosas, no Vale do Jequitinhonha. A operação foi coordenada pela 4ª Delegacia Regional de Nanuque e pela Corregedoria Geral da Polícia Civil, contando com o apoio de policiais da Delegacia Regional de Almenara . Ao todo foram destacadas cinco equipes de policiais civis , (04) quatro viaturas e uma equipe de apoio aéreo com a utilização de um helicóptero da Polícia Civil. Foi dado cumprimento a (02) dois mandados de prisão preventiva e (05) cinco mandados de busca e apreensão.

Duas pessoas foram presas , entre elas , um Delegado de Polícia , e um empresário, proprietário de um pátio de remoção de veículos, credenciado pelo Detran/MG da comarca.

As investigações deram início há cerca de (05) cinco meses e apontaram a pratica de crimes como corrupção ativa, corrupção passiva ,fraude licitatória nos leilões de veículos automotores realizados pelo Detran, falsidade ideológica e coação no curso de processo.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão , houve ainda a prisão em flagrante do delegado de polícia pelo crime de armazenar irregularmente combustível e porte ilegal de armas de fogo e munições .

Investiga-se ainda a prática de crime de peculato , praticada pelo servidor público , em virtude da posse indevida de quantidade considerável de combustível que seria destinado as viaturas policiais . Foram apreendidos em sua residência e também em seu local de trabalho galões de combustíveis, um revólver calibre .22 ,munições calibre .32 e inúmeros documentos e pastas de veículos que seriam destinados a leilão.

Já durante as buscas no pátio de remoção e guarda de veículos apreendidos , foi apreendido um revólver calibre .38, uma pistola calibre .380 , 208 munições calibre 380, onze munições calibre 38, R$12.250,00 (doze mil duzentos e cinquenta reais); dois coldres, diversos dispositivos de armazenamento eletrônico, inúmeras pastas de veículos que seriam destinadas a leilão, vários termos de liberação veicular, um cordão e um anel dourados semelhantes a ouro.

O termo “Katharízo” é oriundo do grego e significa “ato de purificar”, em referência aos crimes de corrupção investigados.

 

Publicidade