Criança é atingida por disparo acidental de arma de fogo

Notícias da região

Criança é atingida por disparo acidental de arma de fogo

16:00 | 10 de junho

Segundo informações da Polícia Militar, o revólver é do pai da vítima, que é agente penitenciário; o homem estaria manuseando a arma.Ainda de acordo com a polícia, o pai da criança disse que chegou em casa, depois do trabalhar em Carlos Chagas, por volta das 21 horas, e foi recebido pelo filho, que o abraçou. A arma estava carregada e caiu, o que ocasionou o disparo. O menino foi levado pelo pai para o hospital Santa Rosália, onde foi submetido a uma cirurgia para a retirada da bala na região da coxa.

Porte de arma
Segundo o pai da criança, ele está trabalhando há um ano como agente penitenciário contratado, e que não possui porte de arma. Segundo ele, a arma foi adquirida de um Policial Civil lotado na cidade de Carlos Chagas.

Os militares foram até a casa do homem para apreender a arma, contudo, o revólver não foi localizado. O agente penitenciário disse aos policiais que saiu correndo com a esposa e o filho ferido para o hospital, deixando a arma caída na varanda da casa, porém, ao retornar para sua residência com os policiais, a arma havia desaparecido.

O homem foi preso e conduzido para delegacia. O médico plantonista entregou à polícia a bala que foi extraída da perna do menino, que continua internado, mas seu estado de saúde é estável.

 

Fonte: G1 Vales de Minas Gerais

Publicidade