Corpo que seria de homem que matou ex, mãe e irmã dela, é encontrado em Brumadinho

Outras notícias

Corpo que seria de homem que matou ex, mãe e irmã dela, é encontrado em Brumadinho

09:18 | 28 de July

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado nesta quarta-feira (27) no bairro Dom Bosco, em Brumadinho, na região Central de Minas. A Polícia Civil acredita que o homem encontrado morto pode ser Hervane Carlos de Jesus Rezende, de 35 anos, suspeito de matar a ex, a mãe e a irmã dela, além de ferir outras duas pessoas da família no começo do mês.

O crime que chocou moradores da região aconteceu no dia 12 de julho, quando o homem foi à casa da ex-companheira para buscar os dois filhos do casal. No entanto, eles teriam iniciado uma discussão e, em seguida, ele teria ido até o carro, buscado uma arma de fogo e atirado contra a mulher. Familiares da vítima tentaram impedir o crime, mas acabaram atingidos por disparos. 

O corpo foi encontrado nesta quarta depois que moradores da região acionaram a polícia após sentirem um mal cheiro. O corpo foi encontrado em um matagal e apresentava sinais de enforcamento. O avançado estado de decomposição chamou a atenção dos militares, que ainda identificaram a mesma calça e bota usadas pelo homem na data do crime.

A perícia da Polícia Civil foi acionada ao local, e começou os trabalhos de investigação. O rabecão levou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) de Betim, na Grande BH, onde exames de perícia farão a identificação do corpo.
 

O caso

De acordo com a Polícia Militar (PM), Hervane e Nisimara estavam separados há 30 dias. O homem esteve na casa da ex e a intenção era levar os filhos para um sítio.

Durante o encontro, ele acabou se desentendendo com a ex e disse que a mataria. Ele, então, foi até o carro buscar uma arma. Hervane disparou contra todas as cinco pessoas que estavam na casa. 

Nisimara e a mãe dela, Adalcida Pereira de Araújo, foram socorridas para a UPA de Brumadinho, mas não resistiram aos ferimentos e tiveram a morte confirmada na unidade de saúde. Nisiane Mary Pereira de Araújo, cunhada do suspeito, foi transferida para o Hospital Regional de Betim, na Grande BH, mas não resistiu e morreu no hospital.

A outra cunhada do suspeito, Nisiquely Pereira de Araújo, foi atingida por um tiro no peito, mas sobreviveu e recebeu alta do hospital na última semana. O pai dela, Celso Pereira de Araújo, foi atingido por disparos nas duas pernas e no braço, mas já teve no dia seguinte ao crime.

Testemunhas contaram que o suspeito é agressivo e sempre ameaçava a ex-mulher e os familiares dela.

Depois do crime, Hervane fugiu armado e de carro. O veículo foi encontrado abandonado com o restante da munição.


(Fonte:Hoje em Dia)

Publicidade