Corpo da atriz Tônia Carrero é velado no Rio

Outras notícias

Corpo da atriz Tônia Carrero é velado no Rio

16:33 | 04 de março

O corpo da atriz Tônia Carrero está sendo velado desde as 14h deste domingo no saguão principal do Teatro Municipal, no Centro do Rio, onde chegou por volta das 13h20. De acordo com parentes da atriz, o velório deve se estender até as 22h. Na segunda-feira será trasladado e cremado no Cemitério do Caju, na zona norte, quando chegam ao Brasil parentes que estavam no exterior.

atriz, de 95 anos, morreu no final da noite de sábado na clínica São Vicente, na Gávea, na zona sul do Rio. Ela havia sido internada para se submeter a uma cirurgia simples, para o tratamento de uma úlcera, mas sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Artistas usaram as redes sociais para homenagear a atriz. O neto, ator Miguel Thiré, publicou uma foto de Tônia com a mensagem “obrigado minha avó, você foi uma mulher sensacional”, no seu perfil no Instagram. Já a atriz Rosa Maria Murtinho postou uma foto dela com Tônia, ainda jovens, com o texto: “Amiga querida, minha Tônia, a lembrança de seu sorriso e carisma estará sempre presente. Agora iluminando o paraíso, lhe amo”, disse.

A atriz e cantora Zezé Motta disse que “o mundo perde”, sem Tônia “Descanse em paz minha amada amiga. Luz, e muita gratidão por sua existência. Estrela, diva, e esplêndida”, afirmou, em seu perfil no Instagram.

A atriz Maitê Proença publicou uma foto sua orando dizendo que “a prece de hoje era para a atriz que hoje se junta aos deuses”. Leandra Leal disse que Tônia foi uma das mulheres mais “incrivelands ” que já passaram pelas telas e palcos do Brasil. “Seu brilho está eternizado em cada personagem, cada emoção, cada vez que você mostrou a força de ser mulher”, afirmou.

O ator Kadu Moliterno publicou uma foto sua contracenando com a atriz, com a mensagem que o Brasil “perde uma grande estrela”. “Tive a honra e o privilégio de trabalhar em “Água viva” de Gilberto Braga”, disse.

A atriz Renata Sorrah, que contracenou com Tônia em novelas da TV Globo, lembrou à Globonews a militância política da atriz. “O que eu mais me lembro é a Tônia na linha de frente nas passeatas de 68, nas escadarias do Municipal, segurando cartazes contra a ditadura, contra a censura. Ela era muito forte”, disse.

Já o diretor Gilberto Braga, que criou uma das personagens mais populares de Tônia na televisão, a Stella Simpson, em “Água viva”, disse que a atriz foi talvez a brasileira mais bonita que já houve. “Ela vai ser lembrada como uma grande atriz, que teve dificuldades em ser aceita, no início da carreia, porque existe preconceito contra agente muito bonita, mas que conseguiu se impor”, declarou. (Veja)

Publicidade