Com Cazares, Atlético empata com o Tupi e interrompe ciclo de vitórias seguidas

Esportes

Com Cazares, Atlético empata com o Tupi e interrompe ciclo de vitórias seguidas

22:33 | 25 de fevereiro

 

Num jogo difícil fora de casa, o Atlético arrancou um empate de 1 a 1, no final da partida com o Tupi, neste domingo, em Juiz de Fora, pelo Campeonato Mineiro. O gol atleticano foi marcado por Cazares, que entrou em campo no segundo tempo, após substituição do técnico Thiago Larghi.

O resultado tira um pouco do fôlego da onda de recuperação do Galo, que vinha de uma série de duas vitórias seguidas com o técnico interino, mas o time soube criar uma série de chances de gol ao longo da partida e mostrou empenho principalmente no segundo tempo.

O Galo entrou em campo com um time com algumas modificações, contando com Maidana na zaga, Arouca como volante, no lugar de Adilson, e a grande novidade, Tomás Andrade começando como titular no meio de campo - deixando Cazares e Otero, pendurado, no banco. A avaliação fisiológica do zagueiro Leonardo Silva e do meia Otero pesaram na escolha de Larghi.

As tentativas do técnico interino em dar densidade à defesa e valorizar o trabalho coletivo nas jogadas de ataque, que vinham obtendo êxito nas duas últimas partidas do time, não deram tão certo, principalmente no primeiro tempo.

Primeiro tempo
O Atlético chegou com perigo ao gol por duas vezes, logo no início da partida - um prenúncio das chances desperdiçadas que apareceriam no restante do jogo. Ricardo Oliveira bateu forte, de primeira, ao receber de Fábio Santos pela esquerda. Vilar espalmou para fora. Na sequência o atacante perdeu uma chance incrível furando a bola ao receber passe de Heryk na cara do gol, numa jogada de contra-ataque.

Mas o Tupi soube se impor na primeira fase do jogo. Patrick, tomou um amarelo após dar um carrinho pesado, com uma tesoura por trás de Renato Kayser. Logo na sequência, aos 16 minutos, o Galo Carijó abriu o placar após o atacante Vitinho, que se movimentou bem no campo durante o primeiro tempo, acertar um chute forte de pé esquerdo, de fora da área. Foi seu terceiro gol em dois jogos. 

Com o tento, o Tupi passou a encontrar mais espaços no campo de defesa do Atlético, com espaços criados, dentre vários fatores, pelo mau posicionamento de Arouca - o volante fez quatro das cinco faltas cometidas pelo Galo nos 30 primeiros minutos do jogo.

Com marcação do Tupi na saída de bola do Galo, o time de Thiago Larghi tinha dificuldades em criar oportunidades de gol. Numa jogada de contra-ataque que deu errado, com Ricardo Oliveira, a bola sobrou para o volante Elias, que chutou forte de fora da grande área, dando trabalho para o goleiro Vilar rebater para fora. Um pouco adiante, Erik recebeu uma enfiada de Elias, pela esquerda, entrou na área, tentou enfiar a bola para o meio da área, mas o campo acabou. No primeiro tempo, o Galo ainda chegou a ter algumas chances de bola parada com escanteios, mas não soube aproveitar.

O Tupi ainda teve uma chance de gol logo no início do jogo, quando a arbitragem marcou impedimento para o Tupi, mas o ataque do Galo Carijó estava em situação regular.

Segundo tempo
O Galo voltou buscando maior movimentação no ataque, criando boas chances de gol, mas deixando alguns espaços para o Tupi tentar o contra-ataque. Logo na volta do jogo, Ricardo Oliveira recebeu dentro da área uma boa bola de Erik, mas a bola escapou. Pouco depois, o mesmo Erik foi retribuído com um passe preciso de Elias, também dentro da área, mas o atacante isolou a bola por cima da meta adversária.

Aos 6 minutos, Ricardo Oliveira teve outra boa oportunidade com uma bela cobrança de falta executada por ele. A bola triscou o gol de Vilar, mais uma vez passando por cima. Na sequência de bolas perdidas pelo atacante, Elias infiltrou uma bola dentro da área para Oliveira, mas ele chutou mascado do lado direito do gol, facilitando a defesa de Vilar.

Outra bela jogada veio numa triangulação pela direita entre a dupla Elias e Ricardo Oliveira, que deixou Róger Guedes de cara para o gol. O goleiro Vilar, mais uma vez, salvou o Galo Carijó.

Poucos minutos depois, Reis recebeu uma linda bola de Renato Kayser, por trás da defesa do Atlético, e fuzilou o gol de Victor, que espalmou a bola para fora.

Vendo o gol não sair, Thiago Larghi trocou Érik e Róger Guedes por Cazares e Luan (pedido pela torcida na arquibancada). Pouco depois, faltando 15 minutos para o término da partida, Otero entrou no lugar de Tomás Andrade, que neste domingo não teve a felicidade de criar assistências que resultassem em gols.

As mudanças surtiram efeito, com o Galo ampliado sua blitz no ataque. O Tupi ainda quase ampliou aos 35 minutos, não fosse bela defesa de Victor após chute colocado de Léo Costa no ângulo do gol do Galo de BH. Mas aos 43 minutos Cazares viu sua estrela brilhar e chutou forte de fora da área, empatando o jogo para o Atlético.

Próximas partidas
Com o resultado, o Galo soma 12 pontos no campeonato Mineiro, e encontra-se na terceira posição - com a mesma pontuação de Tombense e Patrocinense, mas melhor saldo de gols. Já o Tupi soma 10 pontos, no sétimo lugar.

Os dois times vinham de duas vitórias na temporada. O Tupi havia derrotado a Patrocinense e a URT, nas últimas rodadas do Mineiro. Já o Galo havia vencido o Botafogo da Paraíba, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, e o América, por 3 a 0, no estadual, no fim de semana anterior.

A próxima partida do Atlético será a primeira da série de dos dois jogos contra o Figueirense pela Copa do Brasil. O jogo acontece na quarta-feira, às 24h45, em Santa Catarina. E no domingo acontece o clássico contra o Cruzeiro, às 11h da manhã, no Independênca. Já o Tupi enfrenta o Boa Esporte, em casa, no sábado que vem, às 16h.

Ficha do jogo
Tupi 1 X 1 Atlético
Local: Estádio Mário Helênio, Juiz de Fora
Tupi: Ricardo Vilar; Afonso, Sidimar, Mateus Alves e Patrick Brey; Léo Costa, Léo Salino; Renato Kayser (Diego Henrique), Tchô (Marcel); Vitinho, Reis Técnico: Tiago Leão
Atlético: Victor; Patric, Maidana, Gabriel e Fábio Santos; Aurouca e Elias; Tomás Andrade (Otero); Erik (Cazares), Roger Guedes (Luan) e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi
Gols: Vitinho (Tupi) e Cazares (CAM)
Cartões: Róger Guedes e Patric (CAM); Leo Costa, Leo Salino e Arthur Sanches (Tupi) - reserva, por invasão de campo
Arbitragem: Emerson de Almeida Ferrira; Sidmar dos Santos Meurer e Pedro Araújo Dias Costa

 

Fonte: Hoje em Dia

 

Publicidade