Bichos-preguiça de Teófilo Otoni são analisadas por pesquisadores da FioCruz e UFMG

Notícias da região

Bichos-preguiça de Teófilo Otoni são analisadas por pesquisadores da FioCruz e UFMG

18:10 | 21 de janeiro

 

Quatro bichos-preguiça foram retirados das árvores da Praça Tiradentes, no Centro de Teófilo Otoni, na manhã da última quinta-feira (18) pelo Corpo de Bombeiros.

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estiveram na cidade para colher o sangue e analisar os animais que vivem no local.

Todo o  trabalho foi acompanhado pela veterinária Lídia Roedel Hinkelmann que cuida dos bichos há mais de 30 anos.

De acordo com a médica,nesse período o número de  preguiças caiu de 40 para nove devido aos cruzamentos entre animais consanguíneos. No grupo tem duas  fêmeas e  um filhote cujo sexo ainda não foi identificado.

Segundo ela, após  o procedimento, feito em três preguiças adultas e um filhote, elas foram recolocados nas árvores onde vivem.

Teófilo Otoni foi crescendo em torno da praça, antes uma região de Mata Atlântica, o que explica a presença dos bichos no local.

 

Publicidade