Atlético sofre, passa sufoco no Acre, mas se classifica com empate

Esportes

Atlético sofre, passa sufoco no Acre, mas se classifica com empate

00:56 | 08 de fevereiro

 

O que foi aquilo? O Galo deste ano estaria fadado ao fracasso? O tom de pessimismo paira sobre o time atleticano para a temporada. Sem qualquer padrão de jogo, o Atlético tomou um sufoco do xará acreano na noite desta quarta-feira, em Rio Branco, no Norte do país e, por questão de detalhes do futebol, não foi eliminado precocemente pela primeira vez em uma fase inicial de Copa do Brasil.

O alvinegro pode dar graças ao regulamento. O empate por 1 a 1 em jogo único favoreceu o time mineiro e, somente por isso, a equipe passou de fase. O Atlético agora, vai pegar o Botafogo-PB, desta vez, em João Pessoa, na Paraíba, neste caso, precisando de uma vitória, porque a igualdade leva a decisão para os pênaltis.

O time acreano, que subiu da Série D para a Série C no ano passado, de bobo, não tinha nada. A equipe alviceleste fez valer o poderio de mandante e não jogou retraído. Aos 6 min já estava abrindo o placar. O Galo de Minas reagiu com um futebol burocrático.

O começo de temporada instável parecia se refletir em campo. As oportunidades criadas foram na base do coração, como no gol de empate de Erik, aos 43 min, após rebatida. A sensação de alívio estava no semblante dos atleticanos.

No segundo tempo, se esperava uma nova postura. Que nada! O filme se repetiu e os mineiros estavam acuados. Teve até bola na trave do adversário. A etapa final seguiu nessa toada, com os mineiros em raros lampejos nos momentos derradeiros, como nas chances de Elias, aos 28 min, e Marco Túlio, no finzinho. (Superfc)

 

Publicidade