Atlético desencanta, bate América por 3 a 0 e ganha tranquilidade no Campeonato Mineiro

Esportes

Atlético desencanta, bate América por 3 a 0 e ganha tranquilidade no Campeonato Mineiro

21:30 | 18 de fevereiro

 

Se o futebol não foi dos mais regulares, a vitória maiúscula sobre o América recolocou o Atlético nos trilhos no Campeonato Mineiro. O triunfo por 3 a 0, dois gols do atacante Roger Guedes e outro de Ricardo Oliveira, levou o alvinegro aos 11 pontos e o deixou na terceira colocação. O Coelho, por sua vez, seguiu com 13 e na vice-liderança do Estadual; seis a menos que o Cruzeiro.

Os três pontos conquistados nesta sétima rodada foram especiais também para o técnico interino Thiago Larghi, que estreou no comando da equipe com derrota, em pleno Independência, para a Caldense, do final de semana de carnaval.

Na próxima sexta-feira (23), o América volta a campo e encara o Tombense, no Almeidão. O Atlético, no domingo (25), encara o Tupi, em Juiz de Fora. Antes, porém, o Galo entra em campo pela Copa do Brasil. O desafio será na quarta-feira (21), na Paraíba, contra o Botafogo.

O Jogo

Num primeiro tempo morno e de criatividade quase nula, as duas equipes demonstraram futebol aquém do esperado para o clássico. Para se ter ideia, a primeira grande jogada foi criada após os 20 minutos, quado Erik entrou na área e quase abriu o placar para os visitantes.

Aos 33, Roger Guedes, em grande jogada, esbarrou no goleiro Glauco. 

Sem conseguir colocar a bola no chão e chegar ao ataque trocando passes, o Atlético explorou bastate a chamada "ligação direta". Ineficiciente. O América, por sua vez, apesar de ter mais equilíbrio com a bola nos pés, não conseguiu construir jogadas que levassem perigo ao gol de Victor.

Como castigo para o alviverde, aos 45, em lance duvidoso, Roger Guedes, de cabeça, tirou o zero do placar. A reclamação dos americanos é que a bola não teria entrado completamente.

Segundo Tempo

Na volta do intervalo, um jogo muito mais movimentado. Aos 9, os donos da casa voltaram a reclamar; desta vez, pela não marcação de um gol bem parecido com o marcado para o rival. O zagueiro Gabriel subiu de cabeça e, dentro do gol, gerou a polêmica se a bola também não ultrapassara a linha.

Aos 20 minutos, Otero, num belo chute de fora da área, quase ampliou o placar para o Atlético.

Já no final do duelo, o técnico Thiago Larghi promoveu a entrada do argentino Tomás Andrade, estreante, no lugar de Otero. E como foi feliz na mudança!

No primeiro toque na bola, o hermano, num toque de classe, deixou Roger Guedes bem posicionado na área. O atacante atleticano foi eficiente e, num chute cruzado, que desviou no lateral-direito Norberto, colocou a pelota no fundo das redes. O cronômetro marcava 40 minutos.

Inspirado, o argentino ainda teve tempo de colocar Ricardo Oliveira na cara de Glauco. O "pastor" só teve o trabalho de dar números finais ao duelo no Horto, já aos 45 minutos.

Ficha Técnica:

AMÉRICA 0 X 3 ATLÉTICO

Árbitro: Igor Júnio Benevenuto apita o jogo, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Ricardo Junio de Souza. 
Cartões amarelos: Rafael Lima, Aylon e Renan Oliveira (AME); Gabriel e Otero (CAM); 
Gols: Róger Guedes (45'/1ºT)(0-1), Róger Guedes (40'/2ºT)(0-2), Ricardo Oliveira (45'/2ºT)(0-3)

AMÉRICA: Glauco; Norberto, Messias, Rafael Lima, Giovanni; Zé Ricardo, Juninho, Serginho (Marquinhos); Aylon (Renan Oliveira), Luan (Carlinhos), Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira

ATLÉTICO: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos; Adilson, Elias, Otero (Tomás Andrade); Róger Guedes, Erik (Cazares), Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

 

Fonte: Hoje em Dia

 

Publicidade