Após encontro com Bolsonaro, Onyx fala em aprovar Previdência em junho

Outras notícias

Após encontro com Bolsonaro, Onyx fala em aprovar Previdência em junho

16:53 | 09 de junho

 

Na véspera do relator da reforma da Previdência entregar seu parecer com alterações no texto, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse neste domingo (9) que o governo espera um relatório "equilibrado" e que trabalha com a perspectiva de aprovar a proposta na Câmara dos Deputados ainda neste mês.
A previsão é que o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) apresente o parecer até quarta-feira (12).

"O deputado Samuel Moreira vem construindo um relatório equilibrado pelas informações que temos recebido. A grande preocupação é que exista uma boa potência fiscal. Sabemos desde o início que a Câmara tem uma série de questões, assim como o Senado também, e seguramente vamos ter no relatório potência fiscal com o atendimento das demandas do Parlamento, para que, se Deus quiser, possamos aprovar ainda em junho a nova Previdência", afirmou.

O ministro participou de reunião com o presidente Jair Bolsonaro na manhã deste domingo para discutir o tema. Um dia antes, no sábado (8), Moreira ficou reunido no Ministério da Economia com técnicos da pasta e consultores legislativos para tentar resolver impasses no texto.

Entre as possíveis alterações, o grupo discute temas como mudanças nas regras do abono salarial, regra de transição para quem já está próximo de se aposentar e a vinculação ou não da pensão por morte ao salário mínimo.

Um outro ponto é a inclusão de estados e municípios no texto da reforma. Governadores e prefeitos não querem ter que fazer alterações em seus redutos, mas deputados também não desejam arcar sozinhos com o ônus político de alterar as regras para servidores estaduais e municipais.

Uma nova reunião está prevista para este domingo na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo Onyx, há possibilidade de que o relatório seja apresentado mais cedo, até terça (11), data em que também está marcado um encontro com governadores.

Pacto entre poderes Além da Previdência, o encontro com Bolsonaro neste domingo tratou da construção de um pacto entre os três Poderes com metas e ações para a retomada do crescimento do país.

"O importante na vida das pessoas é o emprego, o trabalho, e isso está angustiando todo mundo. Vamos unir todos [os Poderes] para que medidas possam se tomadas nas mais diferentes áreas, cada um na sua competência", disse.
Segundo Onyx, o texto está em etapa final de elaboração. A expectativa é que a assinatura do pacto ocorra até a próxima semana.(O Tempo)

 

 

Publicidade